4 teorias sobre a identidade de Satoshi Nakamoto

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por mateus
em junho 19, 2023

Rodeadas de muitas teorias e polêmicas, as criptomoedas continuam chamando a atenção do mercado de investimentos. Entre os tópicos que não deixam de circular no meio, está a real identidade de Satoshi Nakamoto, suposto criador da primeira moeda virtual, o Bitcoin. Afinal, seria ele uma única pessoa, um pseudônimo para ocultar os desenvolvedores da moeda, ou apenas um código de proteção?

O fato é que desde 2009, quando a moeda foi lançada, sua identificação é cercada de mistérios, e mesmo que alguns rostos sejam associados ao pseudônimo, é quase impossível comprovar o vínculo. Neste artigo você confere um pouco mais sobre o universo das criptomoedas, em especial o Bitcoin, e quatro teorias sobre ”o verdadeiro” Satoshi Nakamoto.

Bitcoin: o que é, como surgiu e como funciona na prática

Criada em meados de 2009, a moeda virtual Bitcoin surgiu como um sistema de transações monetárias descentralizado. Isso significa que seu funcionamento independe de mediação de instituições financeiras tradicionais, e é operado de forma integral pelos seus membros, os chamados ”mineradores”.

A cotação de uma Bitcoin flutua conforme o mercado de investimentos. Desde sua criação, a moeda já teve picos e quedas extremos, o que movimentou não apenas a discussão em torno das criptomoedas, como também o surgimento de outros tipos de moedas virtuais e sistemas de validação.

Entendendo o funcionamento das criptomoedas

Diferente das moedas convencionais, que são emitidas em unidades físicas por um órgão estatal, como o Banco Central, as criptomoedas precisam ser mineradas. Isso significa que elas vão sendo geradas de acordo com a resolução de problemas complexos por computadores potentes, operados pelos mineradores. 

Cada vez que uma máquina completa um problema de forma correta, o operador recebe uma quantidade em criptomoeda (no caso, Bitcoin). Essa moeda possui um valor no ”mundo real”, mas não possui nenhuma representação física, além do seu registro digital que permite que ela seja validada em transações.

Transações descentralizadas

Como o sistema do Bitcoin não depende de órgãos bancários, as transações são realizadas no modelo peer-to-peer, ou seja, diretamente entre os usuários da rede. Isso garante maior velocidade, transparência e segurança, já que a confirmação que determinada transação realizada é feita em vários lugares ao mesmo tempo.

Autenticação via blockchain

No entanto, se tratando de movimentação financeira, uma autenticação ”formal” é necessária. Isso acontece através do blockchain, que é o nome dado à rede de máquinas registradas operando em Bitcoin. Cada transação possui um registro público, que pode ser consultado por qualquer pessoa. 

4 possíveis explicações de quem é Satoshi Nakamoto

Resultado de muito trabalho por parte de desenvolvedores, investidores e heavy users digitais, o Bitcoin foi atribuído a um único criador: Satoshi Nakamoto. Uma rápida busca no Google vai retornar fotos de algumas pessoas, entre elas, um senhor japonês frequentemente clicado por fotógrafos nos EUA.

Elon Musk

Sempre presente em pautas polêmicas, o empresário Elon Musk, incentivador constante das criptomoedas, já foi apontado como criador do Bitcoin. Um ex-funcionário realizou uma sequência de posts no Twitter, sugerindo que o bilionário por trás da Space X seria o ”real” Satoshi, os posts foram desmentidos pelo próprio Elon.

Dorian Nakamoto

O rosto tão clicado e que ilustra quase todas as pesquisas sobre Satoshi na internet, é, na verdade, Dorian Nakamoto. Ele é um engenheiro americano, e embora tenha se tornado um dos símbolos no mundo real da Bitcoin, e participe ativamente de eventos relacionados à criptomoeda, também nega ser a mente por trás do projeto.

Gavin Andresen

Embora o funcionamento do Bitcoin seja descentralizado, alguns nomes figuram como líderes do seu funcionamento. Um destes nomes é Gavin Andresen, um dos desenvolvedores por trás da criptomoeda, e nomeado diretamente por Satoshi em meados de 2011, onde foi registrada sua última aparição online.

Hal Finney

Falecido em 2014, foi a primeira pessoa a receber uma transação em Bitcoin, diretamente de Satoshi Nakamoto. Curiosamente, seu corpo foi mantido em criogenia, o que muitos acreditam ser um indicador da imortalidade das próprias criptomoedas, que já são utilizadas como investimento na área da saúde.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade