5 dicas para fazer as pazes com as finanças

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por mateus
em novembro 24, 2023

Confira estratégias e ações simples para retomar o controle da sua vida financeira

A economia brasileira é bastante instável e, em 2023, o Brasil bateu recorde de endividamento. Segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 78,5% das famílias brasileiras estão nessa situação. 

Destas, 18,5% se dizem muito endividadas, e isso é um grande problema. Nesse momento é importante parar, estudar e traçar estratégias para fazer as pazes com as finanças. Desde ações simples como optar por um cartão sem anuidade até renegociar dívidas e traçar um planejamento financeiro para saldar os débitos, entender como voltar a ter saúde financeira é essencial. 

Avalie a sua situação atual 

O primeiro passo para controlar sua vida financeira é entender a sua situação atual. Antes de combater o problema, é preciso entender o seu tamanho! Então, comece a listar todos os gastos e sua renda do mês. Utilize planilhas ou aplicativos de controle financeiro para facilitar essa rotina. 

Aliado a isso, faça um levantamento das suas dívidas. Analise o que está atrasado e como isso está impactando o seu orçamento. Depois de algum tempo anotando seus gastos e sua renda, você poderá analisar como está gastando o seu dinheiro. Isso abre a possibilidade de reajustar a sua vida financeira, como falaremos no próximo tópico. 

Reorganize o seu orçamento 

Agora que você já anotou os gastos, é hora de reorganizar o seu orçamento. Separe os seus gastos por categoria, entendendo o que é prioridade, necessidade e o que é desejo. Assim, você pode dividi-los de acordo com a sua importância no orçamento. 

A reorganização do orçamento também traz a percepção do quanto você precisa ganhar para conseguir arcar com todas as suas necessidades e desejos. Dessa forma, você também pode traçar um plano de ação para conseguir novas fontes de renda ou buscar por uma promoção ou mudar de empresa, por exemplo. 

Renegocie dívidas 

Um fator essencial para colocar as contas em dia é a possibilidade de renegociar dívidas. Com um panorama da sua situação atual, você saberá identificar quais dívidas pesam no seu orçamento. Agora que você sabe quais dívidas estão atrasadas ou gastam boa parte da sua renda, busque a renegociação. 

Geralmente, as instituições financeiras estão abertas a renegociação para diminuir a inadimplência. Com isso, muitas vezes é possível diminuir o valor das parcelas, esticar o prazo de pagamento e até mesmo realizar a quitação de dívidas. 

Outra sugestão é estudar opções para trocar dívidas mais caras por mais baratas. Empréstimos consignados, saque-aniversário do FGTS e outros modelos de empréstimo, como refinanciamento de imóveis e veículos, são opções com juros menores e bom prazo de pagamento para quem precisa de crédito. 

Entenda suas possibilidades, avalie as condições, faça as contas e, se for vantajoso, adquira um empréstimo mais barato e com melhores condições para quitar dívidas mais caras. Isso é essencial na meta de colocar as contas sob controle. 

Use o cartão de crédito de forma inteligente 

Muitas pessoas acabam se endividando no cartão de crédito por não terem noção da melhor forma de usá-lo. Então, começar a usar o cartão com inteligência é uma estratégia essencial para fazer as pazes com as finanças. O primeiro passo deve ser definir um limite de gastos no cartão e o controle das compras parceladas. 

Isso te ajudará a ter mais controle sobre o valor da sua fatura de cartão de crédito. Outro passo importante é verificar e ajustar a data de vencimento da fatura, caso seja necessário. Também vale dar aquela olhada na anuidade e nas taxas do cartão. Dessa maneira, ficará muito mais fácil trocar o seu cartão atual por um que te ofereça mais vantagens, como não ter anuidade e contar com cashback, por exemplo. 

Crie o hábito de investir uma pequena parte da sua renda

Por fim, após conseguir diminuir o peso das dívidas nas suas finanças, comece a criar o hábito de investir para fazer o seu dinheiro render. É possível começar com pouco e ter metas bem realistas e modestas. Você pode começar a formar a sua reserva de emergência com menos de R$ 100 no mês. 

Dentro das suas possibilidades, tente criar a disciplina de investir 5% ou 10% da sua renda em títulos de renda fixa para criar a sua reserva. Com o tempo, vá estudando novas possibilidades de mercado e comece a diversificar a sua carteira de investimentos. 

A vida financeira fora do controle parece ser algo sem solução, mas como te mostramos aqui é possível reverter esse processo. Siga as nossas dicas e estude bastante sobre finanças para rever hábitos, entender suas possibilidades, conhecer o mercado e fazer as pazes com as suas finanças.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade