Implante dentário e prótese fixa: veja as diferenças

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por admin
em junho 6, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Com o passar dos anos, é muito comum que várias pessoas passem a necessitar de 

implante dentário ou até mesmo próteses. 

Isso porque, com o desgaste na arcada dentária que vai ocorrendo ao longo do tempo, somados com mais problemas, como é o caso do tártaro, canal, cáries e diversos outros, muitas pessoas acabam tendo que tirar os dentes. 

Além disso, essas complicações acabam causando muitas dores, o que leva muitos dentistas a oferecerem possibilidades a seus pacientes que envolvam arrancar o dente por completo para cessar dores e afins. 

Dessa forma, como os dentes também são uma questão de estética, a prótese, os implantes, bem como as lente de contato dental, surgem para tentar devolver ao paciente questões de autoestima e qualidade de vida. 

Entretanto, muitas pessoas não entendem qual a diferença entre essas opções de tratamento e não sabem ao certo qual escolher. 

Desse modo, confira a seguir as principais divergências entre próteses e implante dentário, e saiba quais as vantagens de cada uma das opções para escolher com mais propriedade, caso precise fazer uso de uma dessas opções. 

O que é prótese fixa?

A prótese dentária é uma estrutura artificial, construída a partir de exames e análises de profissionais da área, os mesmo que realizam tratamentos como clareamento dental a laser

Dessa forma, essas estruturas são colocadas na boca com o objetivo de substituir os dentes, perdidos por alguma razão. 

Portanto, existem dois tipos de próteses dentárias: as fixas e móveis. Em resumo, como o nome mesmo já sugere, as próteses fixas são (de certa forma) coladas na boca, e as móveis podem ser facilmente tiradas do lugar. 

Vale dizer que as próteses dentárias móveis podem ser popularmente chamadas de dentaduras. 

Dito isso, normalmente, as próteses fixas acabam sendo usadas em pacientes que perderam um ou mais dentes, mas mesmo assim, ainda possuem alguns deles na boca. 

Nesse caso, as próteses móveis acabam sendo indicadas para pacientes que desejam substituir por completo sua arcada dentária. 

Em suma, a avaliação de qual é a melhor escolha é feita pelo dentista, que também é um dos responsáveis por avaliar quanto custa um implante dentário

O que é implante dentário?

O implante dentário também é um procedimento para a substituição de um ou mais dentes. Entretanto, para que a implantação do implante seja possível, é realizada uma cirurgia.

Essa cirurgia em questão é feita para a colocação de um pino de material resistente e biocompatível, geralmente feito em titânio, que pode ser fixado no osso da boca. 

Portanto, esse pino acaba substituindo e exercendo a função da raiz e uma coroa assume o lugar do dente.

Em suma, uma vez implantados, esses novos dentes possuem um longo prazo de duração, desde que o paciente tome alguns cuidados especificados pelo dentista, mas que podem durar para o resto da vida daquela pessoa. 

Além disso, pacientes com implantes podem fazer várias coisas, como a rotina de escovação comum e até mesmo procedimentos de estética dental, como o clareamento. 

Nesse caso, para fazer um clareamento basta procurar um dentista e pesquisar sobre “clareamento dental preço”. 

Qual a diferença entre implante dentário e  as próteses fixa?

Em geral, esses dois tipos de tratamentos possuem poucas diferenças. Isso porque, a principal delas é que, no implante dentário o paciente promove a substituição e implantação de algo definitivo, feito por meio de um processo cirúrgico. 

Já a prótese se baseia na substituição artificial dos dentes, podendo ser removível em diversos casos, sem a necessidade de cirurgias. 

Entretanto, caso esteja pensando em fazer a substituição de seus dentes, o primeiro passo é solicitar a avaliação de um especialista. Isso porque, somente um dentista saberá de fato qual a melhor opção: implante ou prótese. 

Só ele poderá orientar o paciente de forma mais assertiva com um estudo de caso e análise de cada situação e de suas peculiaridades, além de poder dar orientações aos pacientes sobre todos os prós e contras de cada procedimento. 

Confira a seguir outras possíveis diferenças entre esses dois procedimentos:

  • Valor;
  • Durabilidade;
  • Processo de se acostumar;
  • Materiais usados na construção da prótese ou implante. 

Dessa forma, para saber mais desses e outros procedimentos ou tratamentos, como por exemplo, sobre aparelho invisível preço, basta procurar um especialista dentista e solicitar orientações. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.